QUEM SOU EU?

Eu sou Diogo Brito, muito prazer!

Sou o criador deste site Tomb Raider Séries (trséries.xpg.uol.com.br) desde 2009. Sou um grande fã da série de jogos tomb raider e essa paixão começou desde que joguei uma demo do jogo Tomb Raider 2 em 1997. Desde então sempre joguei os jogos até os dia de hoje.

Aqui eu criei um site sobre o universo Tomb Raider, desde curiosidades, detonados, dicas de quadrinhos, filmes produzidos, modelos oficiais e ficha técnica dos jogos.

Constantemente estou atualizando o site e trazendo informações novas para o universo Tomb Raider.

O site agora contará também com um canal do youtube que trará os principais jogos da série e seus segredos.

Tomb Raider é uma série de jogos, histórias em quadrinhos e filmes tendo como protagonista a personagem Lara Croft. Desde o lançamento do primeiro Tomb Raider, em 1996, as séries tiveram um grande lucro e Lara transformou-se no principal ícone da indústria de vídeo games. O Guiness Book reconheceu Lara Croft como "a heroína de vídeo game mais bem sucedida" em 2006.

 

 

QUEM É TOBY GARD?

“Eu só queria que quando eles a tiraram das minhas mãos eles não tivessem deixado os seios dela tão grandes.”

— Toby Gard,


Este homem talvez seja um herói, para nós, os fans de Tomb Raider.

1993. Foi nesse ano que a Empresa Britânica Core Design iniciou o demorado processo de criação do jogo intitulado Tomb Raider. Toby Gard, teve a idéia de fazer um novo estilo de jogo, totalmente em 3D, onde teríamos acesso a uma espécie de filme interactivo.

Responsável pelo design dos personagens, criou então um personagem masculino de chicote e chapéu para ser o protagonista do novo jogo. Seu personagem, tão semelhante à Indiana Jones, foi descartado. Gard encontrou uma solução criativa para seu problema:

Uma personagem feminina, diferente do estereótipo do momento, atleta e de tranças. Seu nome era Laura Cruz, nascida na América do Sul e especializada em artefatos antigos.

Laura Cruz não era bem o que a Empresa de Software Eidos (que havia recentemente comprado a Core Design) queria.

A personagem poderia ser uma mulher exploradora de tumbas, mas o nome deveria soar mais agradável aos ouvidos ingleses. Nada que uma olhada na lista telefônica não resolvesse. Laura Cruz transformou-se em Lara Croft e algumas mudanças em sua biografia foram feitas. Lara agora era uma lady britânica, vinda de uma rica família de condes e que recebeu a melhor educação, contudo decidiu negar a vida de nobreza fútil para se dedicar à aventura fora dos muros da mansão familiar. O famoso  chá das cinco não parecia agradar Lady Croft.

Lara Croft foi criada com os pouco mais de 200 polígonos disponíveis para um jogo 3D da época. A enorme trança teve que ser cortada, mas o realismo era grande, até mesmo para os jogos da época. Isso se ignorarmos a pequena falha de Gard que foi aprovada por toda a equipe: o aumento acidental dos pequenos para enormes seios da aventureira.

Apesar dos exageros, Lara criou vida. A personagem corria, pulava, atirava, nadava, dava piruetas e escalava. Após a adição de uma voz para a heroína, cutscenes ambiciosas e uma trilha sonora, o jogo Tomb Raider saiu em 1996 para Sega Saturn, e logo em seguida para MS-DOS e Playstation.

Toby Gard após criar uma das personagens mais populares da indústria dos vídeo games em 1995, ele abandona o projecto Tomb Raider e Core Design em 1997, e começa a trabalhar na Confounding Factor como Director de Estúdio em 1998. Toby trabalhou lá até Junho de 2004, quando voltou para a Eidos em Agosto do mesmo ano como Consultante de jogos, trabalhando no “novo” Tomb Raider Legend.

Pelo que parece ainda vamos ouvir muito de Toby nos próximos jogos, uma ideia que torna os fans bastante contentes, pois quem melhor para controlar a serie do que o seu próprio criador?

 

 

Estou aberto a críticas, sugestões, agradecimentos e elogios,

Muito obrigado!!!